quinta-feira, outubro 31

Ah, Mac, surgiu a pergunta: o vinho da foto é verde? Tá, tá, eu sei que ele é amarelado, nem vem de gracinha pq eu já estou suficientemente confusa com esses problemas de tamino. Hupht!
É tão bom quando a gente encontra pessoas prestativas no nosso caminho, né? Hoje um total desconhecido me ajudou a encontrar meu brinco que caiu no chão dentro do shopping, enquanto eu tirava o casaco. Ajudando a fazer um mundo melhor!!! :-P
Dessa fez eu fui ao Jogo de cena decidida a não passar vexame de novo, a voltar inteirinha, sem faltar nenhuma lasca do meu corpo, e sem passar por louca com a irmã de ninguém. Pra assegurar o sucesso das minhas proposições, comprei ingressos na última fileira (não precisei descer escadas), fui de calça comprida e a calcinha cor-de-rosa ficou guardadinha na gaveta. Além disso, evitei contatos prolongados com irmãs de possíveis conhecidos. Mesmo pq, depois da última experiência, acho que determinadas irmãs vão é querer manter distância de mim, devem pensar que sou perigosa.

A diversão da noite ficou por conta da cabine de som. Sim, pq o lugar onde estávamos sentados era exatamente em frente à cabine, e eu preciso ressaltar que aquelas pessoas lá dentro falam muito alto e não poupam os comentários mais maldosos sobre o que tá acontecendo no palco. O Jogo de Cena foi bacaninha. Exceto pelo número do palhaço Pepino (tenho um amor platônico por palhaços..) e do filme Sinistro (Sinistro é o nome do curta, muito bom, já tinha visto uma vez no Festival de Cinema), os outros quadros da noite foram bem fraquinhos. Até o Batucada de Bamba, de que eu gosto tanto, não tava lá mto inspirado.

Agora, de celebridades aquele teatro estava cheio. Na platéia, Eduardo Rangel (um músico da cidade que, além de doido, é o moço que tem a música que me deixou mais constrangida na vida (sobre um órgão sexual feminino apertadinho. Imaginem minha cara enquanto ele cantava!), André Vasconcelos (o baixista fofíssimo do Djavan!!!) e o Rogério do Fama (aquele que entrou no Fama Bis no lugar da moça revoltada que saiu). Bom, esse último não é exatamente uma celebridaaaaaaade, mas tava dando autógrafo, tá valendo.
Momento: coisas que só acontecem com meus amigos: Preocupado com esse negócio de a 3ª Ponte do Lago já ter passado dos 160 milhões quando o orçamento inicial era de 40, um amigo meu bolou um esquema fantástico de transporte por sobre o Lago Paranoá: balsas. Exatamente! Balsas de bambu (=baixo preço de custo) reforçadas, fariam o transporte de carros de uma margem à outra. Isso geraria empregos, já que cada balsa precisaria de dois operadores (=remadores): um para ir e outro para voltar. Considerando o fluxo de carros que a ponte teria, ele calcula que seriam necessárias cerca de 1000 balsas nos horários de pico, o que corresponderia a 2000 empregos, só inicialmente. Ah, e importantíssimo: pra ocupar esse emprego não seria necessário que o balseiro tivesse nenhum conhecimento específico e seu emprego seria vitalício e herediário (!!). Eventualmente o transporte de balsas poderia cumprir outros itinerários além daquele previsto pra ponte, e daí o negócio só tenderia a crescer. Ele ainda não pensou nos detalhes, mas tá no caminho certo!

segunda-feira, outubro 28

O mesmo idiota de ontem venho novamente me aporrinhar. Só que hoje ele me pegou sem paciência, então eu nem dei conversa. É que quando eu estou nervosa eu prefiro ficar calada...

Darth Tricker®: (12:15 AM) Sou azul sou Roriz!!!!
Darth Tricker®: (12:21 AM) Sou Azul Sou Roriz! O magela se f***** o infeliz.....

Céus! Como tem gente ignorante no mundo.... Ele deve estar feliz pq o Roriz foi re-elegido (sic).
Momento desabafo:
Merda de apuração.
Não é possível, isso só pode ter sido roubado!!!
Tendo dinheiro pra comprar voto até eu ganho eleição, ora bolas.
Que safado
Puta que pariu!!!!!!!!!!!!
Fim momento desabafo

Ufa! Já começo a me sentir melhor, obrigadinha. Desculpa aí, tá?

domingo, outubro 27

(Originalmente rascunhado às 00:50h de Domingo 27/10)

Acabei de chegar do show do Jorge Vercilo. Sim, eu paguei o absurdo do ingresso pra ir ver aquele moço de uma música só. E sinceramente por mim ele podia ter passado o show sem falar de maré. Mas ele cantou. Duas vezes. Repetiu no bis. Enfim, nem tudo é perfeito. Mas o impressionante é que quanto mais eu me acho fã de alguém eu descubro que tem gente mto pior que eu. Muito mesmo. Primeiro chegaram as tietes adolescentes e histéricas do Christiano Galvão, o baterista. Realmente, no meio de tanta gente esquisita que constuma-se encontrar por aí, o cara se sobressai, é bonitinho. Não faz meu tipo, particularmente. Além do mais é mto aparecido. Logo que a banda entrou no palco as teens danaram a gritar o nome dele em coro e chamar de lindo e etceteras e isso foi o suficiente pra ele tentar se mostrar o show inteiro, fazendo caras, bocas e poses. Bobo.

Depois vieram as fãs do Vercilo mesmo. O mais engraçado é que eu estava conversando com a Talita antes do show discutindo se aquelas pessoas que estavam ali conheciam o trabalho dele ou se era só um monte de gente com dinheiro sobrando pra gastar no show de um cara de uma música só (A saudade bateu foi que nem maréééé...). E de repente nós vimos o Americel Hall ser invadido por uma legião de fãs loucas. Daquelas que choram, sabe? Bom, e dos engraçadinhos que vieram acompanhá-las. Pq 99,9% dos homens que estavam ali estavam acompanhando as namoradas tietes histérias. 0,05% eram gays e os outros 0,05% eram homens heterossexuais sensíveis que gostam da nova MPB. Mas isso já é outro assunto.

Uma moça, que deve ser no mínimo a presidente da sede brasiliense do fã-clube a julgar pela empolgação, distribuiu para toda a platéia (reparem bem: pra todo mundo!) duas músicas do Vercilo impressas em cartolina salmon para que as pessoas aompanhassem. Além disso, ela fez questão de cantar todas as músicas (reparem bem: todas) desafinadissimamente e exatamente no nosso ouvido. Sim, no nosso ouvido pq estávamos, nós e ela, na beiradinha do palco, fila do gargarejo, posto de tiete louca, como no show do Lenine. E, meu deus, como aquelas meninas cantam alto!!!!!

Não satisfeita em não me deixar ouvir nada enquanto o moço cantava, ela também não queria que eu escutasse nada entre uma música e outra. Pq, no intervalo de todas as músicas ela gritava "A Galera tá feliz!!!!!" que eu acho que é o nome do fã-clube ou coisa que o valha (nomezinho besta, eu hein...). Lá pela metade do show eu já tava prestes a perder a paciência e, antes de tar uns tabefes na guria pra ver se ela resolvia calar a boca, dizer pra ela "Oh, minha filha (o minha filha é pra provocar, sabe?), vc tá vendo que ele tem dois coisinhos enfiados no ouvido? Pois é, aquilo são retornos e ele não tá ouvindo nem quando vc canta (pra sorte dele, diga-se de passagem), nem quando vc grita "Lindo!!" e mto menos quando vc se esgoela no "A galera tá feliz!". Ele só sorriu pra vc agora pq vc tá balançando os braços demais, ele tá esperando vc levantar vôo". Mas me controlei, abstraí e deixei a menina ser feliz. Eu sei como é isso. Tivemos inclusive nosso momento de vingança quando tentamos deixar a mocinha surda no Meu amoooooor!, de Final Feliz.

A banda é uma graça. Os músicos todos parecem ser tão bem entrosados que mexem uns com os outros no palco e riem o tempo todo enquanto tocam, como se aquilo que estão fazendo fosse a maior diversão do mundo. E, bom, deve ser mesmo. Só o tecladista Hiroshi que me decepcionou se mostrando um tremendo babaquinha quando falamos com ele depois do show. Contrariando minha tese estatística de espaço amostral 1 pessoa de que todo músico de olhinhos puxados é sweet hearted como esse aqui. Sorry, baby, mas vc é minoria. Um verdadeiro idiota o outro camarada.

O Jorge é absurdamente tímido. Acho que isso prejudica um pouco o show dele, ele fica preso aos mesmos arranjos e mesmas performances, vc fecha os olhos e parece que está escutando o próprio cd (lógico, se tirar a louca desafinada do meu lado). Por isso, me diverti muito mais com a banda dele do que com ele em si. Admito que, quando ele entrou no palco, eu fiquei meio abobada. Meio o cacete, fiquei um tempão meio sem acreditar, quase tive um troço, ele tava mto perto. Mas depois foi ficando... igual. E aí eu me distraí com a banda dele, que é um show à parte.

sábado, outubro 26

Gente, esse menino me mima tanto, mas tanto, que qualquer dia eu vou estar impossível. E quando eu ficar convencida e insuportável, vcs já sabem em quem colocar a culpa.


Pq será que eu ainda me meto a discutir política?


Ele: (2:52 PM) Vote Serra presidente e Roriz Governador do DF!
Não caia na ilusão pestista!
*Anja*: (2:53 PM) Tá doido?
Ele: (2:54 PM) Não pense que lula fará tudo o que promete, ele caíra nas garras da ideologia petista!
*Anja*: (2:54 PM) Tá, e o Roriz vc acha mesmo que é o melhor governador que nós podemos ter?
*Anja*: (2:55 PM) E qual o problema da ideologia petista?
Ele: (2:56 PM) É muito alienada,todo petista se acha cheio da razão e esta sempre pronto a criticar e minimizar os outros que não são petistas. O lula é um produto embalado do marketing nada mais do que isso.
*Anja*: (2:58 PM) Se vc me dissesse que é uma ideologia utópica eu até concordaria com vc.
Além disso, vc tá generalizando, pq pensa que petista é comunista e come criancinha.
Ele: (2:59 PM) que é utopica eu sei que é..... que é comunista e come criancinha,não penso assim, mas não acredito que o lula tem o potencial, se viu isso ontem no debate,pra que ele se estressou dakela maneira? Sem desmerecer o lula, acho que o serra pode fazer um governo melhor.....
*Anja*: (3:01 PM) E vc também acha que o Roriz pode fazer um governo melhor?
Ele: (3:04 PM) Tenho certeza de que o Roriz esta para as pessoas mais necessitadas e o Magela defenbdendo os interesses da classe intelectual que, por sua vez que decidir o futuro das comunidades mais pobres!
*Anja*: (3:05 PM) Vc acha paternalismo governar pros mais necessitados?
Ele: (3:06 PM) Não entendi bem sua pergunta...
*Anja*: (3:07 PM) Vc acha que governar pros mais necessitados é o mesmo que esse paternalismo que o Roriz implementou aqui e que ainda diz que vai continuar?
Ele: (3:09 PM) Não que seja errado mas você acha que existem oportunidades para todas essas pessoas carentes? Você acha que o mercado de trabalho esta recebendo pessoas não qualificadas? Se as pessoas que encontram qualificação estao tendo dificuldades imagina os mais pobres, é uma assitencia, que junto com a educação pode ajudar a levantar o nivel dos mais necessitados e criar capacitação.
*Anja*: (3:15 PM) Pq vc acha que a cidade tá inchada desse jeito? As promessas de lote, pão, leite, gás, além dos tais 100 reias fazem a cidade ter mto mais gente do que ela pode comportar. E aí realmente não tem emprego, escola, hospital pra todo mundo.
Além disso, a última coisa com que ele tá preocupado é com a educação, com professores da fundação que estão com até vale transporte atrasado. As soluções dele são imediatistas e não resolvem problema nenhum. Além do superfaturamento nas obras e de um monte de construções públicas que só servem pra servirem de propaganda e pra encobrir o desvio de verbas.


E daí seguimos a discussão. Eu desisti e desliguei o ICQ quando, depois de eu dizer que formação acadêmica não fazia um bom governante, o rapaz me saiu com a seguinte pérola:

Ele: (4:06 PM) mas não faz tambem o governante ideal!
Poxa se enquanto o lula não era elegido esses anos todos ele tivesse estudando fazendo uma facu, ralando virando uma pessoas super estudada pra assumir bem o país, meu voto era dele mas, o q ele ficou fazendo o tempo todo? acho que ele deveria ter aproveitado melhor este tempo....


Agora me tirem uma dúvida: elegido é uma palavra que tá no Houaiss? Pq no meu Aurélio ainda é eleito. E o pior é que o camarada é um estudante universitário, e de comunicação ainda por cima. Não saber argumentar já é ruim, não saber escrever então. Ainda mais pra um futuro jornalista. Lamentável....

PS: Se eu estiver cometendo uma injustiça e elegido for realmente um verbete válido, por favor me avisem, tá? Eu como moça que só sabe fazer conta não sou mto boa nessas coisas... Tanto que não deveria nem estar discutindo nem política nem português.
Momento diálogos telefônicos:
- Alô.
(surpresa na voz)
- Stella?
- Oi, Rodrigo.
- Droga, eu sempre confundo seu telefone com o de um amigo meu!
- Vc tem noção de que me tirou do banho pra atender um engano?!?!!?!
- Desculpa. Se vc quiser a gente conversa.
- Não, pq eu tô molhando o chão todo. E tá frio aqui.
- Então tá, mais tarde te ligo pra pedir desculpas.
- Tá, tchau.
- Tchau.

Ex-namorado é foda!
Rafael, foi vc mesmo que eu vi na porta do meu inglês hoje de manhã?

Aliás, todo mundo de Brasília faz inglês naquela escola sábado de manhã. Inclusive eu.

sexta-feira, outubro 25

"Vamos pedir piedade. 'Senhor piedade!!!'
Pra essa gente careta e covarde.
- Blues Piedade - Cazuza/Frejat
Lembram daquele meu professor carrasco? Pois é. Diálogo hoje, durante a aula:
- Professor, se o Lula ganhar a gente não tem aula na segunda feira não, né?
- Se o Lula ganhar eu não sei, mas se o Roriz ganhar a gente vai ter teste.
- ...
- Muitos testes...

Gente, eu podia estar roubando, podia estar matando, podia estar cantando a música da bandeira verde e amarela, mas eu tô aqui ajoelhada implorando: Votem no Magela!!! Pelo bem da saúde física e mental dessa blogueira que quer muito se formar algum dia. Se eu virar prostituta por falta de estudo vcs não vão conseguir dormir de noite de tanto peso de consciência. E quando eu morrer de sífilis volto pra puxar o pé de cada rorizista maldito!
Bom, me disseram que hoje era o dia da Onda vermelha. Aí eu fiz minha parte, né? Peguei minha blusa vermelha na gaveta e fui contente pra UnB esperando encontrar uma massa petista nas ruas. Eu achei que meus olhos iam doer de tanto vermelho. Bom, as proporções foram bem menores. Beeeem menores. Meu professor de Clássica 2 (não música, mecânica), que também colocou seu nome na listinha pela volta do Antiroriz (aliás, eu fiz a maior propaganda, um monte de amigos meus também assinou), usava uma fita vermelha no bolso presa com uma caneta vermelha que ele não usa. Quem tava de azul tava pelo menos usando o botom do Magela, o que não é de todo mal. E, bom, um grande grupo de menininhas da física toooodas de vermelho.

Pra ninguém dizer que os físicos não têm consciência política. Bom, alguns não tem mesmo...

quinta-feira, outubro 24

Momento diálogos telefônicos:
- Ah, Stella, mas vc sabe que se usa saia e não é padre o Mário tá pegando.
- Que isso, Carona, tb não é bem assim...
- Claro que é, ele dá em cima de todo mundo!
- Imagina...
- Bom, menos da Amélia, mas vc sabe o que ele acha dela.
- É...
- ...
- Ei, ele nunca deu em cima de mim!
- Ele nunca se engraçou pra vc?
- Não.
- ...
- Ai, meu deus, será que ele pensa de mim o mesmo que da Amélia?
- Claro que não!
- Fala a verdade, Carona, ele nunca te falou nada?
- Não, de vc não.
- Ai ai ai... Então ele me acha barbuda também?
- Stella, o Mário não é o tipo de pessoa que esconde o que ele pensa não. Até da minha namorada ele já falou pra mim, pq ele não falaria de vc?
- É...
- No mínimo vc é uma pessoa indiferente pra ele...
- Putz, isso é um puta consolo!
- Claro que é. Vc tá melhor que o Lula!
- Que que o Lula tem a ver com isso?
- Ora, pensa assim: o Lula tem 67% de aprovação. Isso significa que 67% das pessoas gostam dele. Mas 33% detestam e vão votar no Serra.
- Hmm...
- Vc não: vc tem 67% de aprovação, de pessoas que gostam de vc. E pra 33% das pessoas vc não fede nem cheira. Olha que legal!

segunda-feira, outubro 21

Eu tenho um professor esse semestre que além de ter fama de ser mau, muito mau, mais mau (sic) que o pica-pau, ainda faz comentários sobre as nossas respostas como "isso é filosofia, não física" e "o que vc tem feito durante todo o seu curso que vc não sabe isso?". Pois bem. Não satisfeito com isso, ele ainda faz jus à fama: 40% da nossa nota final é por conta de testinhos surpresa aplicados durante as aulas. "Vcs não vão saber que vai ter teste, nem a que horas vai ser. Pode ser no começo da aula, no meio da aula, no final. Eu escolho." Ah, e ele te chama pelo nome (sorteado na lista de assinaturas) pra responder o que ele quer saber. Precisa dizer que faz uma semana que eu não assino a lista? Se eu pudesse, ele nem perceberia que eu estou na sala.

Mas logo na primeira aula ele chamou meu nome. E, bom, parece que de lá pra cá ele não esqueceu. Eu também não sei que raio de luz foi aquela que caiu sobre a minha cabeça que eu dei uma resposta tão brilhante (modéstia à parte) que ele ficou falando dela durante a aula inteira. Algo sobre programação de computadores. Acho, inclusive, que é a única coisa sobre computadores que eu sei.

quinta-feira, outubro 17

Pra quê tanta espera, esse aperto?
Venha me trazer teu beijo
Eu tô pensando em você.

Mais um lamento - Wilson Simoninha

quarta-feira, outubro 16

Uma matéria do jornal de hoje tinha a manchete que dizia que esta foi, é, ou será, não sei, "A semana mais quente do ano". Agora me diz: alguém aí não percebeu?
Momento: coisas que só acontecem comigo - Parte II - Estava eu aqui tranquila pensando o que eu fiz pra merecer tanto calor e toca o celular. Aí eu olho é o mesmo número de DDD bizarro de ontem. Eu, tonta, atendo:
- Alô.
- Oi, gostosa!
(ai, meus sais...)
- Alô?
- Oi, gostosa, tudo ótimo??
Aí eu mandei a educação pro espaço e desliguei o telefone na cara do sujeito. Ô, minha Nossa Senhora da Bicicleta Amarela, será que ele encarnou em mim e agora vai me ligar todo dia? Ana, lembrei daquela nossa conversinha sobre psicopatas e parece que eles estão começando a aparecer...

terça-feira, outubro 15

Ontem eu fui ao show do Kiko Perez (ex-Natiruts). Aliás, antes de eu contar da bunda de um homem bonitão, eu queria saber pq sempre escrevem isso entre parênteses depois do nome do pobre guitarrista. Sim, principalmente pq dá a impressão de que a única coisa que o cara fez na vida foi tocar no Natiruts e que ele vai levar esse encosto pro resto da sua existência. E eu não gosto dele por causa do Natiruts. Aliás, eu não gosto do Natiruts. Quando eles se chamavam Nativus ainda, aqui todo mundo só chamava de Repetitivus e Enjoativus. Enfim, vamos à bunda.

Eu fui no show, né? De graça, muito importante, cheguei lá uma hora antes com a Talitinha porque era por ordem de chegada. Acho que realmente não tinha necessidade, afinal só eu e os ciborgues e quimeras (que me disseram ser seres de rpg, inclusive a quimera é uma bruxa tecnológica. Me corrija se eu estiver errada) saem de casa em plena segunda feira de noite. Pois bem, até não estava tão vazio. Afinal, todo mundo que é de alguma banda que toque não importe o quê nessa cidade estava naquele show. O cara é conhecido, tá pensando o quê, ele tocou no Natiruts!!

Pois bem, o show poderia ter sido uma droga e eu sairia satisfeita só pela parte introdutória. Subiu um moço no palco que, nossa senhora, que homem era aquele! Meio baixinho, mas pra mim tá valendo, nunca tive preconceito com altura, e uau!! Bom, aí o rapaz falou que logo logo o show iria começar, que o Kiko é praticante de Swasthia Yoga (que eu sinceramente não sei se escreve assim, mas enfim) há não sei quantos anos e que tinha pedido pra ele fazer uma demonstração, encenação, sequência, sei lá que nome ele deu. E o moço tudo me coloca uma sunguinha que, ai minha nossa senhora protetora das moças pudicas, dai-me forças!!! E o cara começou com aqueles negócios que te deixam com uma puta inveja só pq vc não consegue plantar bananeira com a ponta dos dedos nem encostar a planta do pé na cabeça. Ai ai, eu quero um homem com aquele bumbum e aquela elasticidade pra mim. Sim, estou no meu momento taradona, dá licença?

Bom, aí o show começou. E confesso que me surpreendeu. Talvez pq eu não tivesse mtas expectativas a respeito. O baixista parecia que estava com dor de barriga e se contorcia todo enquanto tocava. O engraçado é que o corpo dele revirava mas o rosto permanecia impassível. Aliás, ele tinha a maior cara de psicopata mal encarado. Mas tocava horrores. O irmão do Kiko, que tava na guitarra... sinceramente não prestei mta atenção nele não. Pula. O bateirista, amigo da Talita, é um show. Tava meio estrelinha, dando viradas exibicionistas mas a gente teve que admitir que ele tava podendo, mandou mto bem. Bom, o Kiko é aquilo do Natiruts mesmo. Os convidados especiais foram uma atração a mais. Meu destaque vai pro Celso Salim, um dos melhores guitarristas que eu já vi aqui, blueseiro de raiz, além de cantar bem, ao contrário de 90% dos outros instrumentistas que eu conheço e que resolveram se aventurar a soltar a voz. Pra vcs terem uma idéia, no meio do solo dele uma das cordas da guitarra arrebentou. E quem disse que a gente percebeu? Musicalmente não fez a menor falta. Espetáculo.

O show à parte ficou por conta da platéia mesmo. Nas primeiras fileiras, o público era praticamente família da banda. Bom, o resto eram pessoas de bandas da cidade, além dos meninos do Oficina Blues, e alguns poucos gatos pingados perdidos. Isso incluía eu e Talita. Uns velhinhos batiam palmas alegremente durante uma versão de chorinho que ficou uma graça. E tinha muita, muita criança, filhos do Kiko, filhos dos outros músicos, filhos da platéia. Muita criança. E a melhor da noite não foi nenhuma das performances do ex-Natiruts. Terminada uma determinada música lá sobre floresta ou coisa assim, um molequinho de menos de 7 anos sentado no chão bem na frente do palco, fala em alto e bom som:

- Eu gostei, tio Kiko!

Não é fofo? E se até o molecote gostou, quem sou eu pra discordar? Bom, se bem que eles também gostam do Pokemon....
Momento: coisas que só acontecem comigo: Estou cá eu, tranquila, arquivando umas coisinhas velhas, em meio a poeira e muito, muito, muito calor (sim, pq acho que tem alguém lá em cima esquecendo de filtrar infravermelho pra gente aqui), toca meu telefone celular. Eu olho na bina mas não reconheço o número, inclusive o DDD não é de Brasília. 077, alguém sabe de onde é? Enfim, eu atendo, né?
- Alô, Ju?
- Não.
- Alô, Ju?
- Não.
- Quem tá falando?
- Quer falar com quem?
- Com a Ju.
- Não é daqui não.
- E quem tá falando?
- Stella.
- Stella... Casada, solteira?

Dá pra acreditar? O cara me xavecando pelo interurbano do celular? E eu respondi o quê, o quê, o quê?
- Casada.
(ha-ha-ha)
- Casada?
(mania de repetir tudo o que a gente diz!!)
- É.
- Então tá, Stella. Tchau.
- Tchau.
- Não tem nenhuma Ju aí não, né?

Putz!!!
E por falar em comentários, o Yaccs acho que resolveu me sacanear. Eu já tinha poucos comentários, ele foi lá e simplesmente sumiu com quase a metade deles. Cerca de 200 comments. Eles estavam lá outro dia, hoje não estão mais. Abdução?
Ah, gente, os comentários estão funcionando, viu? Vcs podem... ahn... hum... ah, deixa pra lá!

segunda-feira, outubro 14

Momento confissão relâmpago - música: Eu gosto do Maurício Manieri. Tá, eu também acho que ele canta como quem tem um ovo na boca, mas eu gosto de algumas músicas dele. Ah, não me olhem assim, eu não chego a fazer parte do fã-clube...
Ok, ninguém quer saber como foi a minha volta às aulas não, né?
Bom, o que eu posso dizer por enquanto é que eu tô muito, muito, muito ferrada. Não, eu não tô exagerando. Meu nível de stress em um único dia chegou tão alto que eu, recém saída da aula do professor mais foda daquela universidade, encontro uma inocente calouca conversando com uns amigos meus. Bom, fomos apresentadas, né?
- Ah, Stella, essa é a Fulana. Fulana, essa é a Stella.
- Ah, vc é caloura, né?
- Hu-hum.
- Bem vinda ao inferno.
Acho que assustei a menina...
Se vcs esperavam relatos picantes ou razoavelmente interessantes a respeito do meu final de semana, só há uma palavra: frustrante. Por causa de uma gripezinha que resolveu me atacar justo no meu último final de semana feliz por um bom tempo, perdi duas festas de aniversário e um almoço no restaurante japonês. E ir trabalhar na sexta feira só fez minha garganta pifar de vez. Não teve maçã que desse jeito.

A melhor parte do weekend ficou por conta do que a Ana chama de derrota Blockbuster. É, só que como eu sou pobre aluguei uns filmes na locadora da quadra mesmo e vim pra casa entrar no mundo mágico de Hollywood.

Ok, eu gosto de filme iraniano. Sério, eu gosto mesmo. Confesso que dormi em um ou dois, mas de uma maneira geral eu gosto deles. E filmes europeus em geral também me agradam mto. Gosto das coisas cult, me chamem de intelectualóide, mas eu gosto do Almodovar, do Kubrick, do Wood Allen até. Eu assisti os três filmes do Dogma 95 (aqueles dinamarqueses que não têm trilha sonora, nem atores bons, nem filmagem decente, mas é maior divertido quando vc vê o microfone em cima da cabeça das pessoas) e me amarrei. Mas eu tenho direito a meus momentos de frivolidade americana. Respeitando alguns limites do bom senso, eu gosto de uma comediazinha romântica ou uma espionagem mentirosa de vez em quando.

E dá licença que eu vou entrar no meu momento fútil agora: eu aluguei Onze Homens e Um Segredo (Ocean's Eleven). Esta nova versão (eu já tinha visto a versão de mil novecentos e abobrinha, com o Frank Sinatra, mas fazia mto tempo) do filme é bem mais ou menos, razoável. Sorry, mas George Clooney (O pior Batman), Matt Daemon (Gênio indomável... ai ai..) e Brad Pitt (dispensa comentários) deteram completamente minha atenção. Ai ai...

O resto ficou por conta de Os Outros (que não tem a menor graça nem é tão assustador quando algum espírito de porco já se encarregou de te contar o final. Povo sem graça!) e O Fabuloso Destino de Amélie Poulin, que é um filme francês mto gracinha. Alto astral, bem amarradinho e mto engraçado. Destaque para o Anão de jardim. :-)

sábado, outubro 12

Bom, dizem que antes tarde do que nunca, então eu preciso agradecer à visitinha simpática da Juliana, que deixou um comentário fofo. Fico feliz em saber que pude ajudar em alguma coisa, moça. Volte sempre que quiser, as portas estão abertas.

E por falar em Julianas, a Ju é que sumiu, né? Só pq tá de férias..... :-)

sexta-feira, outubro 11

Disseram que essa aí sou eu. Depois faço os devidos comentários.

Seu signo ascendente é PEIXES e seu planeta regente é JÚPITER.
Como?, você vai perguntar-se, o regente de Peixes não é Netuno?(oh! como? como? como?) Não! Planeta regente é aquele com o qual a humanidade constrói a realidade, e por isso não se pode pensar que alguém seja capaz de elaborar uma realidade netuniana. Ainda não, isso será possível daqui a alguns anos, umas centenas deles. Por enquanto, a humanidade só tem capacidade de construir realidades até o planeta Saturno. Urano, Netuno e Plutão, tidos como regentes de Aquário, Peixes e Escorpião, ainda são realidades muito transcendentais para a humanidade.

Há dois tipos de caminhos com Peixes no Ascedente, um é mais pacífico e amoroso, outro, mais intenso e passional.
No caminho amoroso, experimentará uma grande abertura para a vida, desejando experimentar muitas coisas, todas diferentes entre si, o que brindará com uma espécie de desorientação. (até aqui parece interessante..) No entanto, o tempo e as diversas experiências a tornarão sábia, e você desejará transmitir ao mundo seu conhecimento. Com muito amor, e vontade de construir uma vida melhor para todos. (eu sou mto legal mesmo, né?)

O caminho passional não será tão pacífico assim, porque você irá se opor contra tudo e contra qualquer coisa que venha pretender tirá-la da conquista do objetivo desejado. Procurará uma ideologia, ou uma pessoa, pela qual apaixonar-se, e devotará sua vida a essa conquista. (não parece mto coisa que eu faria, mas vá, continue..)

Não serão os dois caminhos que você trilhará, em algum momento da vida sua alma fará uma escolha por um, ou pelo outro.
Mas, nos dois caminhos, o destino dependerá inteiramente de você, e de seus esforços pessoais, e durante a vida irá gastar muito tempo colaborando com outras pessoas, e com projetos que não sejam seus.
Haverá uma preocupação muito grande a respeito do mundo e das pessoas, e tudo o que você faça e diga revelará isto. (verdade)

Sua mente será inquieta e criativa (hum...), em geral, você será tão impressionável (verdade!) que levará muito tempo para recuperar-se dos sustos que leve (mais ou menos, não levo mto tempo pra me refazer não). Isso a fará mais tímida (eu digo que sou tímida e tem gente que não acredita!) do que seria aconselhável, já que sua mente é criativa, e você terá muitas coisas para comunicar.
A proximidade de outras pessoas a impressionará, e você se adaptará facilmente a elas (grandíssima verdade!), perdendo muitas de suas peculiaridades em benefício delas.
Terá grande capacidade de imitação. Por isso, será de fundamental importância que você escolha à dedo seus relacionamentos. (vou pensar nisso melhor..)

Lhe agradará a paz e o sossego (a alguém não agrada, nem que seja de vez em quando?), pois a contemplação será muito melhor para você do que a ação. (verdade)
Também procurará experiências que a façam sentir-se bem (oooohhhhhhh!!), as coisas boas da vida a atrairão, e haverá uma vontade louca de divertir-se. Porém, você nunca permitirá que seus prazeres prejudiquem outras pessoas (sem dúvida, essencialmente).
A vontade, ainda que variável e inconstante, será forte, e você saberá ser firme sem ser rude. (será?)
A boa vontade imperará em todas suas atitudes, e se você não escolher bem as pessoas com quem se relaciona, poderá facilmente ser usada (Em que sentido? Brincando... já me senti assim algumas vezes). E perderá um tempo precioso que poderia dedicar a assuntos pessoais.

Os sentimentos serão mutáveis, mas sempre se inclinarão à nobreza e à elevação (aí, Mac, o carinha aqui concorda com vc quanto à nobreza!). Os assuntos misteriosos a fascinarão, e poderá se ver envolvida neles mais de uma vez na vida. (Física!!!!!!!!)

Você tem o SOL em PEIXES, este é o seu signo.
A misteriosa atração pelo que seja ideal (verdade), a sensualidade gritante que você nunca conseguirá reconhecer em si mesma (sensualidade gritante? puff, fala sério!!!!), e a arte de escorrer por entre as frestas da vida (ainda não entendi se isso é bom ou ruim..), todos estes são seus atributos especiais.
Você não é de impor-se batendo na mesa (ah, não sou mesmo!!!), mas fazendo insinuações terríveis, porém tangenciais, como se não fosse você quem as faz, mas um algo misterioso que fala por você. (verdade. Nossa, me sinto uma pessoa mto má!)

Se a realidade for insuportável, pior para a realidade dirá você, fazendo de tudo para que ela se ajuste a suas expectativas. (bom, não é bem assim..)
E isto poderá acontecer semeando confusão, explicando os mistérios da vida, ou seduzindo todo mundo com histórias maravilhosas. (bah!)

Você é extremamente sensitiva (tô sabendo disso não..), o que significa que sabe como orientar os fatos de dentro para fora, do mundo subjetivo para o mundo objetivo, de modo a conseguir que as situações joguem a seu favor. (vixe!)
Pouco importa se isto não funciona sempre, porque nas outras vezes dificilmente você cometerá o mesmo erro.
Na verdade, espera que a vida se resolva por si só, e por isso ganha tempo, tentando intervir o menos possível. (grande verdade). E ganhando tempo, consegue que as coisas virem a seu favor.

Ser pisciana é quase como ser tudo, todas as pessoas, todas as situações, todos os momentos, tudo se resolve na sensação de estar na Terra participando de uma missão secreta que você levará muito tempo para decifrar. (pronfundo isso..)
A felicidade advirá toda vez que possa ajudar outrem a resolver problemas. (verdade) Cada vez que salve alguém, alegria e vitalidade acontecerão.

Sua LUA está no signo de CAPRICÓRNIO.
Você é uma pessoa basicamente sensata e prática (prática e sensata?? tá louco??), e por isso é dotada com o dom de utilizar da melhor maneira possível as idéias e situações.
Isto a levará a ocupar uma posição de destaque, estar à frente de outras pessoas.
Se sentirá à vontade procurando o sucesso e com pessoas bem sucedidas.

Os arranques emotivos não a balançarão demais, pois os sentimentos não serão prioridade. (credo, que coração de gelo esse meu!)
Esta Lua é bastante austera neste sentido, mas gera popularidade e notoriedade, ainda que por causa desta lhe aconteçam alguns problemas.
Você não se sentirá muito bem com a propaganda que possam fazer de você (bem eu me sinto, só fico sem graça), apesar de que, sob certas condições poderá tornar-se um pouco exibicionista (ah, me descobriu!).
Conhecerá a forma de influenciar as pessoas, e isto a tornará um pouco manipuladora, desde que simultaneamente não desenvolva valores éticos e morais. (essa não sou eu não, viu, gente?)

SOL em PEIXES e LUA em CAPRICÓRNIO.
Desenvolverá uma excelente capacidade de administrar assuntos complexos, onde seja necessário colocar em movimento muitos recursos, materiais e sociais. (Física Quântica me parece suficientemente complexo..)
Como pisciana, será sonhadora, mas ao mesmo tempo lutará para manter os pés firmes no chão, de modo a não decepcionar-se com ilusões vãs. (raramente eu consigo. Me ferro à beça por isso..)
Será isso que a capacitará a ocupar cargos de responsabilidade.

Haverá em você minuciosidade, prudência, e dom para a economia. Terá habilidade para lidar com propriedades e investimentos, assim como capacidade para organizar, administrar, ordenar e traçar planos.
Sentirá mais inclinação para a vida pública que a privada.
Geralmente será tranqüila e terá domínio de si mesma.
Nos momentos ruins da vida experimentará falta de iniciativa e tendência ao pessimismo e depressão. (pouco animador esse final)
Quero declarar aqui e nada mais justo que eu o faça neste espaço tão meu, que meu candidato é LUIZ INACIO LULA DA SILVA, pois acredito e confio na sua trajetória e na sua maturidade pra isso. Ninguém tem mais legitimidade neste momento do que ele para assumir o Brasil. Acredito em suas propostas e em muitas das pessoas que o acompanham, entre politicos, artistas e intelectuais. O PT não é um partido perfeito, como nada nessa vida, mas é o que mais se aproxima do que precisamos. Esta é minha opinião.
Zélia Duncan


Retirado do site dela mesmo. Fala sério, ela não é tudo? Olha, eu confesso que se ela me desse bola...

quinta-feira, outubro 10

Eu fui no show da Zélia, lá lá lá lá lá lá!
Me lembrem de tietar depois.
Céus preciso perder essa mania de deixar as coisas pra depois.

quarta-feira, outubro 9

Ei, nesse desenho do Zé carioca que tá passando no SBT, eles escreveram Baía no mapa ao invés de Bahia. Malditos americanos! :-)
Momento idiossincrasias: Eu queria morar sozinha só pra poder atender o telefone pelada quando alguém me ligasse e eu estivesse prestes a entrar no banho, coisa que acontece frequentemente.

terça-feira, outubro 8

Fiz há pouco uma prova de francês que serviu pra duas coisas essenciais:
1- Perceber que meu professor é bem mais picareta do que eu imaginava.
2- Fazer com que minha garganta começasse a pedir por socorro por conta da combinação ventilador na cara + cabelo molhado. Vem gripe por aí...
E por causa disso, eu tiro do baú o Momento atitudes que eu detesto: Homens que só sabem falar de sexo!
O menino sempre se mostrou uma pessoa simpática. E sinceramente ele até é. Mas eu pensei que além de simpático ele também fosse sensível. Bah! Só eu que acredito em heterossexuais sensíveis. Mas enfim.

O rapaz fazia um tempão andava espalhando pela UnB que tava procurando uma namorada, dividir as coisas, andar de mãos dadas, ir ao cinema e blá blá blá. Agora me diz: quem vai ser a criatura que vai conseguir namorar alguém que só tem um assunto na vida? E o pior: não satisfeito em falar das mesmas coisas como um disco quebrado, ele ainda tinha que inventar histórias pra contar vantagem. E, meninas, existe coisa mais patética do que homem inseguro fazendo propaganda do próprio desempenho sexual? E ainda mais quando a história é tão fantasiosa que fica praticamente impossível até fazer cara de quem tá acreditando.

Tirem suas próprias conclusões, lembrando que a história foi contada usando os nomes mais baixos pra maioria dos substantivos necessários e com um tom dramático pra tentar dar veracidade. O rapaz estava com mais dois amigos num prostíbulo do entorno. Um deles tinha comprado viagra, mesmo se tratando de 3 moços saudáveis de 20 anos. Pois bem, daí eles resolveram repartir um comprimido em 4 partes, sendo que um deles tomou duas e o mentiroso e o outro tomaram uma parte cada um. E foram a luta comer as moças. Quando chegou uma das moças de vida fácil, linda, gostosíssima, e veio pro lado do mentiroso. Segue o diálogo:
- Como é seu nome e blá blá blá. Quanto é o programa?
- 80 reais.
- Ah, mto caro. Vaza.
E ele já com o instrumento enrijecido por conta do tal viagra. Chegou uma gordinha, mais barata que a outra, subiram pro quarto. Estão lá no rala e rola e a moça pede pra parar pq ela vai gozar. Daí o rapaz fez um breve esclarecimento pra moçoila com expressão incrédula aqui:
- É, pq vc sabe que puta não pode gozar né?
(me diz: como diabos eu ia saber disso, ora bolas?!)
- Ah, não? (tentando parecer interessada) E pq?
- Ah, pq depois do orgasmo ela fica fraca, demora um tempo pra se recuperar, e faz menos programas na noite.
(bom, até que faz sentido...)
- Mas aí ela disse que ia gozar mas eu já tava lá, no embalo, e fiz a gordinha gozar.
Depois de fazer a gordinha subir aos céus, a máquina do sexo estava tomando o seu banhinho restaurador ainda de bilau duro (lembrem do viagra!) enquanto a gordinha foi fazer propaganda dele pra quem, pra quem, pra quem? Claro! A gostosa de 80 reais, senão a história não teria graça! Pois bem: a tal moça veio falar com ele.
- Vc fez a gordinha gozar?
- Fiz sim.
- Então se vc me fizer gozar não paga o programa.
E o superman fez a menina ter três orgasmos! Três!!!!

Agora me digam: o moço mente mal mesmo ou sou eu que vivo mto fora da realidade e não acredito que essas coisas aconteçam?
Cheguei agora há pouco do Gate's, estou começando a gostar da tal música lounge, apesar de não entender mto bem o que ela significa. O Gate's Pub é um lugar minimamente agradável, se não fosse pequeno e mal ventilado. Isso faz com que eu saia de lá cheirando cigarro até a alma, o que não é mto bem aceito por uma não fumante como eu. Só que hoje aquele lugar estava insuportável. Tanto que acabamos desistindo bem antes da hora, o que não causou grandes prejuízos porque eu sempre chego enquanto pode-se entrar de graça. Em momentos de pindaíba, R$ 3,00 fazem toda a diferença. Pois bem, aquele lugar estava lotado, mais do que o normal. Hoje era o IV Encontro de Ciborgues e Quimeras. E só mesmo alguém como eu pra se meter entre ciborgues e quimeras. Ainda mais sem fazer a menor idéia do que eles representam. Não sei até agora. Só sei que fumam muito.

Fim de noite comendo o famoso filet a palito com catupiry e batata frita do Marujo's. Um dos meus grandes deleites gastronômicos o filet do Marujo. Se a companhia fosse melhor, teria sido uma noite razoável. Nada contra minha amiga querida que se enfiou entre os ciborgues junto comigo. Mas o amigo que o namorado dela trouxe....

domingo, outubro 6

Hoje eu fui lá exercer minha cidadania e enfrentar uma hora e meia de fila. Sim, pq todos os velhinhos da cidade resolveram ir votar ao mesmo tempo que eu. E tendo preferência, passavam na frente mesmo. Isso não seria exatamente um problema se eles não demorassem em média 10 minutos cada um dentro da seção. E tinha muita muita muita criança. Mães emprestavam seus bebês de colo pras amigas passarem na frente na fila, um horror.

Algumas pessoas na minha frente, três pessoas integralmente de azul tentavam convencer uma outra integralmente de vermelho. O engraçado é que nenhum deles usava faixa, adesivo, botom, brinco ou qualquer outra coisa que indicasse sua inclinação política. Mas não é possível um casal de azul dos pés a cabeça por pura coincidência, nem é possível que aquela mulher tenha saído de casa com o vestido, as unhas (dos pés e das mãos) e o cabelo (o cabelo!!!!) vermelhos sem querer passar alguma mensagem subliminar.

Pra completar minha manhã cercada de rorizistas, demorei quase duas horas na fila. Aí a diversão ficou por conta de observar as outras pessoas e procurar celebridades. Bom, o vocalista do Oficina Blues tava lá (não o Bemol, o outro), mas ele não é propriamente famoso. Tanto que eu fiquei por bem uma meia hora olhando pro rapaz até me lembrar de onde é que eu o conhecia.

Agora, por falar em pessoas famosas, isso me lembrou um candidato a Deputado Distrital. O nome do rapaz é Reguffe. Claro que esse não é o nome dele mesmo, é o sobrenome, mas não importa. Outro dia fui pra UnB todinha de azul. É, eu vou pra UnB nas férias, mas deixa eu contar. Lá estava eu, inocentemente blue. Logo na entrada, um moço entregando panfletos do Cristovam (PT). Ele olhou pra mim e, pra não correr o risco de que eu o mandasse às favas, perguntou:
- Oi, vc já tem candidato?
- Já sim, vou votar nele mesmo. (apontando pro panfleto)
Aí o moço me olhou dos pés a cabeça. E só aí eu fui me tocar do que estava vestindo.
- Moço, eu tô toda de azul mas não vou votar no Roriz não, viu?
- Ah, então toma um adesivo pra ninguém te confundir. E toma uma faixa também, pra não correr risco. E toma também...
- Tá bom, moço, obrigada.
E lá saí eu: um ode ao vermelho e azul.

Enfim, nesse mesmo dia estava eu indo pro laboratório quando o tal de Reguffe me abordou:
- Oi, vc já tem candidato pra distrital?
- Pra ser sincera, já sim.
- Mas é, assim, irreversível?
(meu deus, ele tinha uma cara de cachorro sem dono que me deu até pena!)
- Olha, moço, nada na vida é irreversível, né?
Um amigo do lado já resmungou:
- Ih, papo de físico é f...
- Será que eu podia deixar minha proposta com vc?
- Claro!
(sorriso!)
- Se depois que vc ler achar que deve mudar de idéia, eu agradeço.
- Ok.

Ah, me deu um aperto no coração! Ele foi tão simpático que deu até vontade de votar no rapaz. Depois, lendo a proposta (é, eu parei pra ler o panfletinho do cara, algum problema?), fiquei até tentada a não resistir ao rostinho bonito com boas idéias na cabeça. O que me lembrou que no dia do Jogo de Cena ele estava lá. E eu presenciei a seguinte conversa no banheiro feminino, enquanto lavava meu joelho:
- Bonitinho esse candidato, né?
- Quem? O tal de Ruguffe?
(não foi erro de digitação, ela chamou mesmo ele de rUguffe)
- É. Bonitinho, né?
- Bom, se vc acha...
- Ah, é bonitinho sim!
- Eu não acho.
- ...
- Ruguffe... Nome engraçado.
Eu vou ao show da Zélia Duncan, lá lá lá lá lá lá!!! E não será apenas mais um mero showzinho da Zélia. Pelo projeto MPBr, teremos um completo show com a Zélia + Sandra de Sá + Pedro Luís + Parede. Fantástico, ahn? E isso tudo por déiz real! Portanto, quem quiser me encontrar na quarta feira a noite, eu vou estar lá, no Americel Hall, às 9h. A que tiver a cara de tiete mais boba sou eu, vai ser fácil encontrar.

Isso me lembra quando eu fui comprar os ingressos, na 2001:
- Moço, eu queria ingressos pro show da Zélia Duncan.
- Zélia, né?
- Hu-hum.
Ele me mostra uma mapa da sala, aquele que tem as fileirinhas e as cadeirinhas numeradas pra vc escolher. Aponta pros desenhos e fala em algum dialeto que eu não fui capaz de compreender integralmente:
- Blá blá blá fileiras l, m, v. Blá blá blá, sua preferência blá blá blá eu pego pra vc blá blá blá e te digo.
Aí eu fiquei alguns segundos olhando pro papel tentando adivinhar o que ele tinha tentado me dizer. Em vão.
- Er.. Moço, quais são os lugares que estão vagos?
Ele estava visivelmente impaciente:
- Eu vou te explicar de novo.
(Xiiii....)
Pensei seduzir você, mudando-me qual mutante
De alguma estrela trazer um raciocinio brilhante
Bater no peito e dizer, num brado bem retumbante,
Só penso em você, por que que eu não pensei nisso antes?
- Por que que eu não pensei nisso antes? - Itamar Assumpção
Gente! As pessoas estão prestes a partir pra agressão física nesses comentários. Tendo a Ana como protagonista.
Como pessoa invejosa que eu tenho demostrado ser nos últimos dias, eu preciso dizer: eu quero briga no meu blog também. Droga! Pq meus frequentadores têm que ser pessoas tão amigáveis, simpáticas e cordiais? ;-)

sexta-feira, outubro 4

Se a palavra é mais poderosa que a espada e uma imagem vale mais que mil palavras, qual o poder de um blog?
Eu recebi isso por e-mail. Crianças, vou precisar da ajuda de vcs. E aí? com o poder do blog é possível derrotar as forças das trevas, o Nada, o Darth Vader, o Moon-há (que certamente não se escreve assim, mas se diz munrá) e de quebra dar umas palmadas no Capitão Feio, ou estamos fraquinhos que nem Ki-Suco? Me senti desafiada!
Pra quê eu vou comentar o debate se todo mundo assistiu?
Ok, ok, tá bom.
Eu queria dizer uma coisa desde o primeiro bloco: eu acho um absurdo essa quota para negros nas universidades. Mas hoje eu sinceramente tô com preguiça de causar polêmica. Diz aí a sua opinião.

E por falar em opiniões polêmicas, também sou contra a proibição dos pittbuls, rotweiler (seja lá como se escreva isso) e mastins. Pra ser franca, acho ridículo. Outro dia eu falo sobre isso..
Muito importante: vinhos verdes não são verdes!!!!!!!!! Fundamental, ahn???

quinta-feira, outubro 3

E completando a aula sobre vinhos verdes, o ideal é que eles sejam servidos bem gelados. O recomendado é que vc deixe a garrafa no freezer por aproximadamente 2 horas, ou até o vinho começar a criar cristaizinhos por conta do congelamento.
E o melhor de todos é o... o.... é um nome fácil... moço, esqueci o nome! Diz de novo?

quarta-feira, outubro 2

E por falar em melhores blogs, andei descobrindo uns blogs muito muito bons esse final de semana. Não, por enquanto não vou colocar link não. Tô com inveja. É, esse sentimento feio que assola a humanidade.

Não me bastasse a Fernanda, a Ju, a Ana, o Iberê, o Moe, o Mac eu ainda tenho que aturar um monte de outras pessoas interessantes e que escrevem bem? É isso que dá nascer com o maldito vírus das exatas.

Guentem aí que eu vou ali resolver umas equações e tomar uma dose de cianureto e volto depois.
Ei, vcs viram que agora tem um concurso pro melhor blog brasileiro? Até eu vou me inscrever.
Brincadeirinha!!
Também dele, a explicação completa. Só pq eu disse que ele tinha ido fazer o curso e não sabia nada de vinhos:

Então segue o vinho para ser comido com mariscos e bacalhaus que nadam em gordura. Também pode ser usado para aves.

O vinho é da região noroeste de Portugal, nas regiões entre o Entre-douro e Minho. Algumas das marcas dos vinhos verdes (todas portuguesas) são os CASA DE SEZIM, TIA CHICA, CASA DE VILACETINHO e TRÊS VVV.

O Vinho Verde é um produto único no mundo, uma mistura de aroma e leveza que o torna numa das mais deliciosas bebidas naturais!

Medianamente alcoólico e de óptimas propriedades digestivas, pela sua frescura e especiais qualidades, é um vinho muito apetecido, sobretudo na época quente.

A fermentação maloláctica transmite-lhe sabor e personalidade inconfundíveis.
Os tintos são encorpados, de cor intensa e espuma rosada ou vermelha viva, apresentando-se os brancos de cor citrina ou palha.

A flagrante tipicidade e originalidade destes vinhos é o resultado, por um lado, das características do solo, clima e factores sócio-económicos, e, por outro, das peculiaridades das castas regionais e das formas de cultivo da vinha.

As vinhas, que se caracterizam pela sua grande expansão vegetativa, em formas diversas de condução, ocupam uma área de quase 70 mil hectares e correspondem a 15% da área vitícola nacional.


Agora minhas perguntas são:
1) O que diabos é maloláctico? Pelagia faz uma falta na hora das palavras difíceis....
2) Quais seriam os fatores sócio-econômicos do vinho?
3) Condução vegetativa???
Vejam o que é licença poética:

Fui atrás de assunto, ai ontem fui abordado pela minha doce-como-mel Stella sobre um vinho. Segue o diálogo*:

- Mac ! Você sabia que existe vinho verde ?
- Verde ?
- Verde.
- Por que ? Não amadureceu.
- Não bobo. Me falaram que é para beber com mariscos.
- E como os mariscos seguram as taças ?
- To vendo que vai ser uma longa noite...

* Diálogo totalmente modificado para fins de humor duvidoso.

show exibido às :: 02:41 // Deixe sua gorjeta.


Eu preciso dizer que a conversa não foi exatamente assim?

Ps: Eu fiquei alguns minutos rindo sozinha aqui no laboratório, Mac. Eu, como a Ana, adoro uma piadinha interna de vez em quando!
Pára tudo!!!!!
E cantem comigo:

"Uo uo u Jem
é contagiante
chocante
meu nome é Jem
e não há ninguém
igual à Jem

o nosso grupo
é muito melhor
nós somos as desajustadas
que é sempre o maior

uou Jem
é contagiante
chocante
meu nome é Jem
e não há ninguém
igual à
Jeeeeeeem"

Céus, como eu amo a internet! Numa das minhas perambulações pela rede, não é que me deparo com o site brasileiro da Jem? E eu que pensava que era a única a assistir aquele desenho de roqueiras com maquiagem carregada e cabelo rosa-choque. Vai, alguém mais aí lembra da Jem e as Hologramas? E eu ainda consegui puxar a música de abertura pela memória. Reparem na beleza da canção e na sutileza de se rimar jem com jem mesmo. Fabuloso!!!

Eu rezava todo dia pra Deus me dar uma máquina como a Energia. E todo dia eu acordava de manhã e olhava debaixo da cama pra ver se meu pedido tinha sido atendido.
Hahahahahahahahaha
Eu às vezes fico pensando: se ele não for reeleito (e com a graça de Deus não será), de quem a gente vai fazer piada??

Roriz e o plural:

Roriz sobe no palanque e começa o discurso:
- Eu vou construir as escola;
- Eu vou construir as igreja; as creche...

Daí um assessor chama ele e diz:
- Roriz, Roriz, emprega o plural que você ganha mais votos!!

Daí o roriz responde:
- Deixa comigo.

E recomeça o discurso:
- Eu vou empregar o plural, a mãe do plural, o pai do plural, toda a
família do plural, pois eles merece.

Tirado daqui.
Eu disse que depois ia explicar melhor o que era o tal Jogo de Cena, né? (do acontecimento fatídico do joelho, lembram?) Pois é, tá aqui um link bem legal, tudo bem explicadinho, pra que ninguém perca a próxima edição, dia 30/10. Dos textos do Zamorim.
Tá todo mundo falando das tais fotos que tiraram na tal Festa da FGV (sem link). Ok, eu concordo plenamente com a indignação das pessoas que foram fotografadas, pq deve mesmo ser uma merda alguém expor sua vida particular sem autorização. Mas vamos combinar que as fotinhos não têm nada de mais. O problema está no que se deduz, mas mostrar mostrar mesmo não mostra nada.

Muito pior foram aquelas fotos que um ex-namorado revoltado publicou na internet, da menina do Ceub, lembram? Bom, pra quem não sabe da história, uma determinada estudante de uma faculdade particular da cidade (há controvérsias a respeito do curso que ela fazia) posou para algumas fotos em momentos, digamos, íntimos com seu namorado. Coisa pesada. Enfim, o cara deixou de ser namorado, se emputeceu e montou uma página na internet entitulada "A vagabunda do Ceub", ou coisa parecida, e publicou todas as fotos indecorosas. O cara era um puto, a menina foi descuidada e, bom, foi assunto na cidade por algumas semanas. Depois ouviu-se o boato de que o tal rapaz tinha dito que não tinha sido ele e outras coisinhas pouco verossímeis pra tirar o dele da reta. E ainda existem controvérsias a respeito dos motivos do moço pra cometer tamanha atrocidade. Isso sim foi baixaria. O resto é resto.
Hoje está fazendo um calor que, sinceramente, ninguém merece. E pensar que outro dia mesmo estava caindo o maior pé d'água...

Em tempo: Quando a gente começa a falar do tempo é porque está mesmo sem assunto. Portanto, comentem aí pra eu poder falar mal dos comentários de vcs.
Em tempo 2: Ana, merci beaucoup: vc tem vai acabar virando minha comentadeira oficial. :-)

terça-feira, outubro 1

É impressionante como o tempo que eu demoro pra encontrar o celular na bolsa é exatamente o mesmo que ele demora pra cair na caixa postal.
Ei, alguém mais aí sabia que existe vinho verde e ninguém me contou?!?!?!
E por falar em sustos que esse blog me rende, recebi ontem um e-mail do Rafael, o moço do susto mor, que me deixou bem mais tranquila. Principalmente pq ele não me achou tão antipática quanto eu imaginei o que afinal de contas mantém a boa imagem da blogueira aqui.
Mas de que boa imagem estamos falando?
Conversando com a Talitinha no domingo sobre um determinado acontecimento engraçado, minha amiga sai com essa, na maior naturalidade:
- Vc vai escrever isso no seu blog quando chegar em casa!
Eu não sei nem descrever minha cara de pateta na hora. Só me lembro de ter mudado de assunto drasticamente. E, nossa, eu sou péssima pra isso. É como se estivesse escrito na minha testa que eu não sei o que fazer, que estou sem graça e de que gostaria que um buraco se abrisse no chão etc etc... Um desastre. E eu na ingenuidade, achando que a Talita pensava que blog era um nome esquisito pra e-mail.
Ontem eu sonhei que eu e o Bin Laden (!) fazíamos uma prova de Francês onde pedia-se a tradução de hiena.
Agora me diz: desde quando existem hienas na França??!
Eu já disse que resolvi me aventurar a cantar novamente? Pois é, estou participando da serenata de natal da UnB. Não, ainda não é natal. Mas nós somos aquelas pessoinhas esquisitas que usam gorrinho, seguram velas e cantam Noite Feliz pela cidade. E eu preciso dizer que detesto Noite Feliz. Mas não era isso que eu ia contar.

Sábado fomos visitar duas creches carentes. A intenção é mostrar que a Serenata não é um projeto que surge do nada no final de novembro, e aí fomos cantar Noite Feliz (sempre Noite feliz...) e levar os donativos pras crianças agora, em setembro. Ah, é mesmo, a Serenata também tem um caráter social. A idéia é arrecadar alimentos, roupas, material de higiene e limpeza e brinquedos que não incitem à violência junto à população e entre os coralistas e depois sair doando pra quem precisa. É um trabalho sério e que até hoje tem dado certo.

Portanto, quando a Serenata chegar na sua quadra, depois que vc conseguir parar de rir com os gorrinhos ridículos e todas as nossas desafinações, participe. Mesmo que vc também deteste Noite Feliz.