terça-feira, abril 29

Outro dia peguei na televisão o finalzinho daquele programa que passa na MTV cujo objetivo é fazer vc passar vergonha levando um senhor toco em rede internacional, o tal do Dismissed. Ok, pra quem não sabe do que eu estou falando, no tal programa uma moça, geralmente linda, é cortejada por dois rapazes, geralmente lindos, que programam passeios e têm um dia para conquistá-la. No final da jornada ela dispensa um dos dois, e o outro que foi o "escolhido" deve ganhar alguma espécie de prêmio ou coisa semelhante, caso contrário não consigo ver razão pras pessoas passarem tamanha vergonha. Também disponível na versão masculina, onde loiras peitudas disputam pra ver quem vai dar primeiro pro rei-da-cocada-preta.

Pois bem, uma coisa que eu não pude deixar de notar é que o motivo pelo qual a princesa em questão escolhe um dos rapazes é quase sempre o mesmo: "Ah, vc me faz rir!". O que vem a ser isso? Resquícios de situações mal resolvidas com palhaços na infância? Freud explica?
Momento: eu mereço:
Pra mostrar pra vcs que como a casa aqui é um espaço democrático e que nós não fazemos censura de comentários, eu vou até divulgar a opinião super simpática e bem embasada que a fofinha da Natalia deixou com relação a um post do ano passado:

cala a boca, o tenis da sandy e muito lindo, eu sou muuuuuito fanatica por sandy e jr...
:: natalia
:: Apr 29 2003, 10:23 pm


Sim, eu devo merecer. Querida, alguém aqui disse que o irmão da Sandyjunior é boiola? Alguém falou que acha ela sandenta e magricela? Alguém disse que ela atua mal pra caramba? Por acaso alguém aqui falou que eles só fizeram sucessos pq eram filhos do Chitãozinho com o Xororó? Então, lindinha, ninguém aqui é contra SandyJunior e o irmão dela.

Mas eu preciso dizer que continuo achando o tênis da Sandy grotesco, horrendo, bizarro, feioso mesmo. E tenho dito.
Momento: coisas que só acontecem com os meus amigos - parte II: A mesma amiga, na mesma conversa, com o mesmo cara. O galanteador:

Ele - É claro que existe um conjunto enorme de coisas que eu gosto em vc..
Ela - É?
- E também um conjunto de coisas que eu não gosto, né?
- Hmm...
- Mas na verdade é a união destes conjuntos e a interseção entre eles que faz com que a gente se apaixone por uma garota, e queira ficar com ela do seu lado o tempo todo..
- Hmm...
- ...
(olhos nos olhos. é agora!!!)
- Posso te fazer uma pergunta?
(ai, nem acredito, ela vai perguntar!! ele chega mais perto, depois da pergunta vem o beijo, lógico! é assim que funciona: pergunta - beijo)
- Cl-claro..
- Os números irracionais pertencem ao conjunto dos complexos? Pq, se eles pertencem aos reais e os reais pertencem aos complexos, como é que os irracionais não pertenceriam aos complexos?

(livre adaptação de um diálogo real. Por incrível que pareça, ela disse isso mesmo...)

Em tempo: Sim, agora eles estão namorando. Só não sei se isso aconteceu pq o carinha finalmente desistiu do pedido oficial e partiu logo pro ataque. Sabe como é, as mulheres às vezes gostam de iniciativa.
Momento: coisas que só acontecem com os meus amigos: Uma amiga, prestes a engatar novo namoro, o cara fazendo de tudo pra abordar o assunto e fazer logo o pedido oficial, morrendo de medo de levar um fora daqueles, conversa sobre cursos de modelo e manequim:
- Eu não sei se vc sabe, mas as meninas começam a aprender a andar de salto com o salto 17.
- Puxa...
- Pois é, depois que elas conseguem andar direitinho no salto 17, usar os saltos mais baixos fica mais fácil, entende?
- Hmmm..
- ...
- Posso te fazer uma pergunta?
(é agora, é agora)
- Claro!!
(é agora!!!)
- Vc tá louca pra namorar comigo?
- Hein?
- É, vc não consegue esperar pra namorar comigo?
- Não!
- ...
- ...
- ...
- Que foi?
- Tô pensando se passo pras perguntas de salto mais baixo.

Genial!!!
(livre adaptação de um diálogo real. Afinal de contas, eu não estava lá)
Talvez eu não devesse falar. Mas eu queria mesmo saber o que faz certas pessoas serem tão espírito de porco. Por exemplo, pq uma pessoa estragaria a festa surpresa de um amigo contando pra ele na véspera? É só infantilidade, inveja ou puro desejo de estragar a felicidade dos outros?

sábado, abril 26

E eu até me esqueci de comentar, mas há alguns dias a Polícia Federal descobriu (!!) um esquema de clonagem de livros dentro da UnB. E não confundam "clone" com "xerox": o clone é a xerox em forma de livro, geralmente com capa dura, às vezes até de couro. Pois é. Os tios da copiadora foram presos com a mão na massa, primeiro pq violavam as leis de direitos autorais e segundo pq estava utilizando do espaço e do maquinário público pra criminalidade. É, tavam lá presos, pagaram uma fiança de 25 mil reais (dizem..) e vão responder processo em liberdade. Todo o material foi apreendido, inclusive teses de doutorado. Os próprios autores não têm autorização pra retirá-las, pânico, tem gente dizendo que vão queimar tudo e não sei mais o quê. Eu particularmente acho que é só pressão. Enfim..

Mas eu queria dizer que sou a favor da pirataria. Desculpa, mas sou. De livros, cds, softwares. Eu sei, eu sei que as pessoas trabalham duro pra colocar um material de qualidade no mercado e aparecer um engraçadinho que só copia e vende por um quarto do preço não é exatamente bacana. Mas também acho que o preço dos ditos "originais" tá longe de ser justo. Um livro técnico em física, por exemplo, geralmente é importado e os que são realmente bons e importantes não saem por menos de U$100. Pois é. Daí vc pega um da biblioteca e faz um clone por R$80. Alguns deles não são mais nem editados, o que significa que, mesmo que quisesse, não seria possível comprá-lo na editora.

Tá, tudo bem, a galera lá tava abusando: a maioria dos livros apreendidos eram da área de Direito, de autores nacionais e, se o original custava 30 reais, o clone tava saindo por 20.

quarta-feira, abril 23

Come on, baby, light my fire
Tô cansada. E muito. Minhas pernas dóem. Minha cintura também. Maldita hora em que inventaram os exercícios abdominais...

Update: Isso é que é incentivo. Definitivamente, eu joguei pedra na cruz.
tenha fé e continue! Estamos na torcida!(primeiro!)
:: Madalena espera
:: May 01 2003, 11:01 pm

segunda-feira, abril 21

Momento: coisas que só acontecem comigo: Estava eu aqui em casa, tranquila, curtindo o tédio e o marasmo que só o feriadão poderia me proporcionar, quando toca o telefone. Meu ex, aquele que (graças!) foi pra Inglaterra:

- Oi, sou eu. Eu só liguei pra dizer que recebi seu e-mail e ainda não respondi pq a gente tá sem computador agora, mas eu tô bem e queria saber se vc também está bem e eu tô em Edimburgo, Edinburgh pros íntimos, vc sabe, Reino Unido, e não vai dar pra falar muito mesmo, meu cartão tá acabando, mas eu só queria dizer que recebi seu e-mail e não repara se a ligação cair de repente, meu cartão tá acabando, e eu tô meio bêbado, acabei de sair de um pub, eu te ligo depois com calma, me conta como tá tudo por aí, o cartão tá acabando e eu tô tonto e tá tudo bem e eu recebi seu e-mail.
- Bem, eu...
Tu tu tu tu.

Tudo isso em aproximadamente 50 segundos. Talvez ele pudesse ter falado mais se o álcool não o tivesse deixado tão prolixo.

Diante do post sobre a matrícula na academia, eu recebo um comentário desses:

quem sabe agora voce fique bonita e gostosa o suficiente pra fazer um mínimo de sucesso com homens e se torne uma vadia do caramba...(primeiro!)
:: Madalena espera
:: Apr 19 2003, 07:16 am


Eu e minha grande, enorme boca! Isso que dá falar o que vem na telha!! Eu devo ter vaiado o sermão do monte. Só pode!!!

domingo, abril 20

E é por essas e outras que eu gosto do Google.
Momento: como as pessoas chegam aqui por meios bizarros
- pedagogia japones usp blog - é um japonês que faz pedagogia na usp ou é uma habilitação da usp em pedagogia japonesa?
- universitaria piscina brasilia namorado - universitária, tudo bem. brasília, também. piscina, confesso que não gosto muito. e namorado? xiii....
- filme frances rato microondas - se alguém souber de que filme esse indivíduo tá falando, me avise, pq acabei me interessando..
- casa de massagem em udi - quediabéisso??
- homem que gosta de usa(sic) calsinha(sic) - aqui nem as mulheres usam calsinha
- mulheres de calsinha(sic) - aí! outro!
- ibope de betty a feia - bom, eu, minha mãe e a mãe do T1X assistimos. Tá bom pra vc?
- pq o giz de cera quando cai no chão quebra em 3 partes - Caramba, se vc descobrir, por favor me avisa? Sério, já bolei um monte de teorias, mas nenhuma serve exatamente.
- receitas strong - hein?
- mulheres proibidas de brasília - eu, certamente, não sou uma delas!
Amores Parisienses não foi exatamente o melhor filme que eu já vi em toda a minha vida, mas sem dúvida eu gostei bastante. É um filme francês à lá Woody Allen. Sério. Diálogos compridos, assuntos non-sense, situações tão surreais quanto improváveis. Mas eu gosto de Woody Allen! E o mais engraçado é que o filme é quase um musical sem ser exatamente um. Durante as situações, às vezes os pensamentos ou mesmo as palavras das pessoas são dublagens de canções populares francesas, de todos os estilos. Bom, filmes esquisitos fazem o meu tipo. A começar pela sinopse super confusa. Então, voilà, se interessar..

Um homem ama, em segredo, uma mulher. Mas ela está apaixonada pelo charmoso chefe dele. No entanto, tudo o que este último quer é vender um apartamento para a irmã dela. A irmã quer comprar o apartamento mesmo com a desaprovação de seu marido. O insignificante marido não concorda com o inesperado reaparecimento, depois de anos, de seu cunhado, que se torna confidente do homem que ama.

sexta-feira, abril 18

Xiii.. Agora que o Blogger resolveu pirar de vez e aqueles simbolos bizarros que apareciam na pagina de posts resolveram aterrorizar por aqui tambem. Saco.
Ciranda da Bailarina
Edu Lobo - Chico Buarque
(Para o balé O grande circo místico)

Procurando bem
todo mundo tem pereba
Marca de bexiga ou vacina ..
E tem piriri, tem lombriga, tem ameba
Só a Bailarina que não tem !!!

E não tem coceira, verruga nem frieira
Nem falta de maneira ela não tem

Futucando bem todo mundo tem piolho
Ou tem cheiro de creolina ...
Todo mundo tem um irmão meio zarolho
Só a Bailarina que não tem !!!

Nem unha encardida, nem dente com comida
Nem casca de ferida ela não tem!

Não livra ninguém todo mundo tem remela
Quando acorda às seis da matina ...
Teve escarlatina ou tem febre amarela
Só a Bailarina que não tem !!!

Medo de subir, gente! medo de cair, gente!
Medo de vertigem quem não tem?

Confessando bem todo mundo faz pecado
Logo assim que a missa termina ...
Todo mundo tem um primeiro namorado
Só a Bailarina que não tem

Sujo atrás da orelha, bigode de groselha
Calcinha um pouco velha ela não tem!

O padre também pode até ficar vermelho
Se o vento levanta a a batina ...
Reparando bem, todo mundo tem pentelho*
Só a bailarina que não tem !!!

Sala sem mobília, goteira na vasilha
Problema na família quem não tem

Procurando bem .. todo mundo tem!


*palavra censurada na época

quinta-feira, abril 17

Quer coisa mais ridícula que gordo sedentário fazendo ginástica? Pois é. Eu, do alto da minha generosidade, resolvi presentear as pessoas com motivos pra sacanear com a minha cara e me matriculei em uma academia. O fato é que eu cansei desse negócio de total falta de condicionamento físico da minha parte e vou, sim, cair na malhação. Não pretendo ficar com corpinho de violão não, mas pelo menos vou parar de chegar ofegante ao topo das escadas.

Em tempo: Se isso durar mais de uma semana eu me dou por feliz.
E, como bem disse a Fernanda, eu também sou movida a elogios. Eu tava trabalhando e chegou uma menina com um exercício pra resolver. Eu fiz, expliquei, ela entendeu. Só tinha um probleminha: não era o que estava escrito no gabarito. Refiz, tentamos ir por outro caminho, ela conferiu nas respostas mais uma vez. Mas ainda não era a resposta certa. Eu só pensava em dizer que, quem quer que seja que gabaritou esse exercício só podia estar bêbado. Em todo caso, como afinal de contas eu tô longe de ser dona da verdade e de saber de tudo, disse a ela que ia ter um papinho com o chefe bonitão pq talvez o problema tivesse alguma sutileza que nós duas não estávamos conseguindo enxergar. Só que ela se antecipou: foi lá falar com o hômi.

Dali a pouco a moça volta:
- Stella..
- Xii...
- Eu fui perguntar pra ele.
- E?
- Era aquilo mesmo, a gente tava certa.
- Que bom, né?
(Ufa, isso significa que eu ainda sei alguma coisa..)
- Ele até disse "Quem fez esse gabarito devia estar bêbado!"
- Hihi..
- Aí eu disse "Engraçado, foi exatamente o que a Stella disse lá embaixo!"
- Menina, vai que foi ele quem fez o gabarito? Tô perdida..
- E ele mandou te dar uma bronca.
- ???
(ui...)
- Disse que vc é excelente, inteligentíssima, mas que tem que confiar mais no seu conhecimento e no seu taco. Mandou eu confiar no que vc me dissesse pq vc é muito boa.

Uia! Então tá.
Podem falar a verdade: não ficou uma fofurinha?!?!?!?!?!?!

segunda-feira, abril 14

Mulher Eu Sei
Chico César

Eu sei como pisar
No coração de uma mulher
Já fui mulher eu sei
Já fui mulher eu sei

Para pisar no coração de uma mulher
Basta calçar um coturno
Com os pés de anjo noturno
Para pisar no coração de uma mulher
Sapatilhas de arame
O balé belo infame

Para pisar no coração de uma mulher
Alpercatas de aço
O amoroso cangaço
Para pisar no coração de uma mulher
Pés descalços sem pele
Um passo que a revele

(...) já fui mulher eu sei
Duas horas da manhã. Telefone:
- Vc não adivinha o que eu estou fazendo agora.
- Eu sei muito bem o que eu estava fazendo: dormindo!
- Vai, adivinha o que eu tô bebendo.
- Vinho verde.
- Como vc sabe?
- Eu não acredito que vc me ligou às 2 horas da madrugada pra me fazer vontade.
- Geladinho...
- Pára!
- No ponto.
- Eu realmente não tô acreditando..
- Vc deve estar pensando: "Seu doente, me liga a essa hora da manhã pra me dizer que tá tomando vinho e nem convida!"
- É, mais ou menos.
- É que vc é a única pessoa com quem eu posso fazer isso sem ouvir um palavrão como resposta.
- Eu mereço..

(livre adaptação de um diálogo real)
E quinta feira eu fui assistir ao fabuloso 4por4 da Cia de Dança Débora Colker. E eu sinceramente não consigo pensar em adjetivos que qualifiquem o quanto eu gostei do espetáculo. Só vendo pra saber o quanto o balé é perfeito, os bailarinos são uns lindos, as bailarinas umas gostosas. É tudo desbundante. Foi caro, mas preciso dizer que valeu cada centavinho, até o último, sem dó nem piedade. Recomendadíssimo, aplaudidíssimo e estupendo. É que achei que 'maravilhosíssimo' ficava muito gay.
Momento: diálogos etílicos ou a lógica de um físico bêbado:

Engraçado é que às vezes o carinho vem do lado que a gente menos espera.
- Stellinha!
- Xiii...
- Vc sabia que eu gosto muito de vc?
- Eu também gosto muito de vc.
(e pior que é verdade!)
- É sério. Vc sabia que vc é especial.
- Pu-puxa.. Brigada...
- Vc é especial pra mim. Vc é mais especial pra mim que qualquer pessoa aqui nesse lugar.
- Er..
- Especial! Com 3 sílabas!!
- Mas..
- Es-pe-ci-al! Olha só! 4 sílabas. Melhor ainda!

Na hora eu ri. Mas confesso que me senti tocada. Pô, eu sou sensível, dá licença?
Quando eu tinha uns 15 anos ouvi dizer que que os amigos de verdade a gente fazia nessa idade. Sim, porque teoricamente as amizades adolescentes seriam desinteressadas e sinceras. Manter seus amigos de colégio era o mais importante, pq seriam pessoas das quais vc se aproximou num momento muito importante da sua vida, momento de decisões, etapa de transição. Aqueles "amigos" (assim, entre aspas mesmo) que vc viesse a conhecer na faculdade seriam meros colegas, pessoas que estariam no mercado de trabalho competindo com vc, doidas pra puxar seu tapete, querendo tomar seu lugar ou pegar algo seu que os interessasse. Pois é. Eu não sei se fui só eu quem dei muita sorte, mas meus amigos (assim, sem aspas) de faculdade são pessoas ótimas. Deve ser pq eu não tenho nada a oferecer pra que alguém se aproxime de mim por interesse..
É realmente muito bom saber que alguém faz tanta questão da sua amizade como vc faz da amizade dele. E eu não estou sendo irônica nem quero dizer nada nas entrelinhas não. É exatamente isso o que eu quero dizer.

Ontem recebi um e-mail de um amigo de quem não tinha notícias há pelo menos um ano, a última vez que ele veio pra Brasília. O caso é que nos conhecemos há uns 10 anos, sempre fomos muito amigos, e quando ele mudou pra Fortaleza as coisas foram esfriando, esfriando, acabamos perdendo contato. O fato é que eu achava que ele tava era muito puto mesmo comigo. E com razão até. O problema é que eu sou desligada e enrolada demais, e em algumas situações faço as vezes de desinteressada. Mas não é desleixo nem falta de consideração. É lerdeza mesmo. E eu admito. Prefiro ser chamada de lerda do que de relapsa.

Mas enfim, o negócio é que eu achei que ele tava era querendo me ver pelas costas por esse tempo todo sem dar notícias. Mas não é que seu e-mail dizia exatamente o contrário? Foi fofo dizer que ainda me considera sua melhor amiga, e que sente simplesmente que nossa amizade deu um pause, mas depois do play vai voltar tudo a ser como era antes. Ok, eu também achei a comparação meio brega, mas a verdade é que ele não tinha pq dizer isso se não fosse realmente o que ele estava sentindo e, enfim, ganhei meu dia.

Por outro lado, há um tempo atrás passei alguns dias me sentindo muito mal por conta de uma ex-amiga. A mesma dos pais do sonho. Um dia me deu um "5 minutos", uma saudade repentina, e resolvi dar uma ligada pra dar um alô, perguntar como estavam indo as coisas, dizer que gostava muito dela. Mas a recepção foi tão seca e fria que murchei na hora. Tudo bem, eu não esperava que ela me recebesse com festa como se o fato de morarmos na mesma cidade e termos ficado meses sem nos falar fosse irrelevante. Mas também não precisava ter me tratado daquele jeito, como o monstro-mal-amigo que eu fiquei me sentindo.

É triste saber que alguém não faz tanta questão da sua amizade como vc faz da amizade dele.

quinta-feira, abril 10

E aguardem pq eu já estou com um template novíssimo e lindo quase pronto. Ok, ele não é lindo coisíssima nenhuma. E muito menos novíssimo, pq é mais uma variação desse. Mesmo pq vcs sabem o quanto eu entendo de Html e... bah, o que importa é que esse troço vai deixar de ser laranja. Pelo menos isso eu garanto.
Achei isso por acaso e quando fui procurar o post no blog pra botar o link é que eu fui ver que eu não comentei sobre o assunto na época. Sim, eu fui assistir à peça no dia da final da Copa, por coincidência, nada planejado. E, sim, é verdade, tava todo mundo muuuuuito louco!!!

terça-feira, abril 8

E a TPM me pegou de jeito. Hoje, não mexam comigo.

domingo, abril 6

E eu fui no último dia, mas fui, assistir à peça Aaahhh!!! pela segunda vez. Eu confesso, aqui entre nós, que não é a minha favorita d'Os Melhores do Mundo, não, mas tenho que admitir que me surpreendi. A outra vez que fui ao teatro pra ver o tal do "terrir" já está fazendo uns 5 anos, pelo menos, daí que já não me lembrava de muita coisa, o que colaborou bastante pra que conseguisse me divertir de verdade. A cena do palhaço (uma das minhas favoritas de todas as montagens do grupo) que chega pra animar o velório mas está na casa errada foi mantida, com um toque circense de uma roupa de palhaço que agora não era mais do Bozo mas continuou hilária. Além disso, uma cena fantástica de Big Brother me fez ficar rindo mesmo depois que a piada já tinha passado. No fringir dos ovos, eu me diverti sim, não me lembrava de um monte de coisas e o lado bom de já ter assistido uma vez é que eu só levei susto no final na primeira. Bah, vcs não querem que eu conte o final, né?

Em tempo: Zé, vc jogou meu guaraná fora junto com sua bandeja!!!

sábado, abril 5

Tudo bem, ele não é bonito, eu concordo. O coitadinho é narigudo, orelhudo, baixinho e tem os olhos vermelhos de quem consome substâncias ilegais frequentemente. Ele nem sequer consegue montar frases conexas, expressar seus sentimentos, honrar um compromisso, talvez justamente pelo uso de entorpecentes. E apesar de atuação exemplar em vários palcos brasilienses e brasileiros, o pobrezinho nunca conseguiu o reconhecimento merecido. Mas o fato é que ele é o mais charmoso integrante d'Os Melhores do Mundo. Precisa falar mais?
Eu sei que talvez devêssemos estar falando sobre a guerra do Iraque, a alta do dólar, a fome ou coisa semelhante. Mas o fato é que éramos 6 mulheres e um japonezinho discutindo gravidez e parto. Na verdade eu nem sei dizer ao certo como diabos foi que o assunto surgiu. Mas em pouco tempo éramos 6 mulheres (e um japonezinho) nos contorcendo de dor solidária e psicológica.

Aliás, a única da roda que já tinha de fato tido um filho teve explicações altamente confortantes.
- Vcs têm que entender que a natureza é sábia, gente. Nos 3 últimos meses de gravidez, por exemplo, vc não quer fazer mais nada da vida além de dormir, o tempo todo. Isso é a natureza (que também é mãe) te avisando que esses provavelmente vão ser os seus últimos meses de sono tranquilo e ininterrupto. Pq daí pra frente é padecer no paraíso.

E aí? Vai ser parto normal, cesárea ou adoção?
Coisa estranha.. Eu tinha colocado o link aqui pra comentar alguma coisa, mas não é que eu esqueci do que se tratava? Não o link, obviamente, o comentário. Eu acho que ia dizer que só não achei a propaganda do Paulo Otávio pior do que a dos colchões, mas provavelmente era algo um tanto mais sarcástico. Mas que eu achei isso mesmo, eu achei.
E ainda sobre os signos, de acordo com o mesmo site, as profissões que se encaixam ao meu perfil são artista plástico, astrólogo, astrônomo, ator, cenógrafo, cientista, cineasta, diretor de teatro, fotógrafo, músico, psicólogo. Nhé, teste vocacional pra quê? Tá tudo escrito nas estrelas!!
Eu tenho que confessar que me arrepio toda sempre que escuto ou assisto o Olodum tocando. Mesmo que seja naquele clipe horrendo do Michael Jackson.

quinta-feira, abril 3

E hoje foi a colação de grau da Engenharia Mecânica e o irmão de uma amiga nossa tava formando. Como ele é um fofo e muito querido, lá fomos nós dar os parabéns juntamente com todos os 1853 parentes que também apareceram devidamente equipados com apitos, cornetas, balões e muito, muito gogó!

quarta-feira, abril 2

Eu nunca acreditei nesse negócio de horóscopo. Pricipalmente pq, se nem a descrição do meu signo encaixava, quanto mais as previsões do jornal. Eu não poderia imaginar que eu estava sendo engandada pela precessão dos equinócios e que na verdade a passagem do sol pela constelação do meu signo já não era mais a mesma tradicionalmente estabelecida. E como eu descobri isso? Ora bolas, foi só ler a descrição da personalidade dos outros signos. Então, de agora em diante, eu entitulo o meu signo como Peixes.

Olha só: no site do uol os aquarianos são definidos como "excêntricos que são, tendem a ser contrários a tudo o que está estabelecido, fazendo os mais tradicionalistas arrancar os cabelos com seu radicalismo e tendências revolucionárias expostas escancaradamente ." Bah, fala sério, eu, revolucionária e radical? Tenho preguiça demais pra isso. Já quanto aos piscianos, "quem pode ficar com raiva deles? Simpáticos e carinhosos sempre estão prontos ajudar. São meio desligados, mas também, com tanta coisa para sonhar !" Ok, eu não sou a criatura mais simpática e carinhosa do zodíaco, mas desligamento é comigo mesmo! Tudo cientificamente comprovado pelo movimento aparente das estrelas. E eu botando a culpa na pobre da astrologia. Tsc tsc tsc.
E não sei que espécie de lavagem cerebral os professores deles andam fazendo, mas aqueles meninos hoje piraram na batatinha e resolveram que queriam aprender Física de qualquer jeito. E eu feito uma barata tonta trabalhei como um cão. Uau, que salada zoológica...
Engraçado que me tirar do sério não é tarefa das mais fáceis. Salvo aqueles dias especiais do mês onde até bom-dia desperta pensamentos assassinos, eu até que sou uma pessoa bastante tranquila e paciente. Mas é impressionante como existe gente no mundo que parece que nasceu pra te atazanar. Ok, talvez essa até não seja a tarefa principal desses seres na Terra, mas que eles conseguem fazer isso muito bem nos intervalos, ah, conseguem.

A primeira lição pra magoar profundamente a Stellinha, criatura adorável e inofensiva, é simples: furo. Ok, uma coisa é vc combinar um almoço, dar tudo errado, ligar desmarcando, pedindo desculpas. Não sou tão sensível assim, eu entendo, provavelmente nem me vou me lembrar mais num prazo de, no máximo, 10 minutos. Mas combinar de sair comigo às 20h, me deixar esperando por 4 horas no restaurante, sem saber se fico preocupada ou se fico mesmo é muito puta, pra chegar meia-noite com cara de cínico, não dar sequer uma satisfação e com o descaramento de nem ao menos pedir desculpas pelo atraso me faz ter vontade de quebrar uma cadeira na sua cabeça.

Ufa, desabafei!
E era um sábado como todos os outros. Eu confesso que nem estava lá muito animada pra sair de casa, mas diante da perpectiva do Nerso da Capitinga e sua Zorra Total (ô programinha enjoado!!), eu e a Cowgirl nos debandamos pro Frei Caneca, mais conhecido como Frei Cueca pela proporção homem/mulher do local. Tá, ninguém pode dizer que éramos pobres moças desavisadas que não sabiam onde estavam se metendo, mas a verdade é que lá tem muita comida gostosa e drinks coloridinhos gostosinhos. Afinal de contas , estávamos saindo cedo de casa, pretendendo voltar cedo também e a coisa só começa a ficar feia depois da meia-noite, hora na qual já esperávamos estar a caminho de casa. Pois é.

O diacho do lugar que era pra estar vazio, pois afinal de contas ainda não eram nem 8 horas da noite, estava com gente saindo pelo ladrão. Homens de bermuda e regata e meninas de calças jeans à vácuo rebolavam ao som de Terra Samba. Não, não era o inferno. Era o sábado axé do Frei Caneca. Desde as duas horas da tarde aquele povo tava lá, enchendo a cara, pegando mulé e remexendo o tchan. Nos primeiros minutos a gente não entendeu muito bem o que é que tava acontecendo pq era pra estar tocando uma banda por lá. E o que a gente via era um telão exibindo bundas em clipes pré-históricos. Primeira providência: perguntar se aquele troço ia demorar muito ainda. O moço da portaria disse que não, que a tal banda (Zero alguma-coisa, agora não me lembro) já estava se preparando pra entrar e que em pouco tempo o pagodão terminava. Então tá, sentaí, pede uma batata frita e vamos rezar pra ninguém notar a gente por aqui.

Ledo engano. Eu já disse que a Cowgirl é um espetáculo, né? Pois é. Todo cara pra lá de Bagdá (ou Bagdad, né, Fábio?) tinha que vir mexer com a pobre da garota. E teve de tudo: grito no ouvido, "sua boca grande deve ser uma delícia de ser beijada", até o lugar comum "vc é linda, sabia?". Teve um cara de pau que, depois do fora, ainda teve a coragem de dizer que não tava ali pra tentar conseguir mulher não, que ele só queria fazer amigos. A-ham..

Falando assim parece que a noite foi um tremendo e total fracasso, né? Não completamente. Depois que o Terra Samba e a Banda Beijo fecharam o bico, a galera do pagode foi procurar outras praias. E uma banda muito legal começou a tocar. A tal da Zero sei-lá-o-quê. Um saxofonista mto charmoso, um vocalista que suava às bicas, um percussionista do cabelo esquisito. Os nachos estavam uma delícia, assim como minha piña colada e a festa gastronômica bastou todos os inconvenientes masculinos.