quinta-feira, dezembro 4

Socorro!
Alguém me dê um coração
Que este já não bate nem apanha.
Por favor,
Uma emoção pequena
Qualquer coisa...
Qualquer coisa que se sinta
Tem tantos sentimentos, deve ter algum que sirva!

Socorro - Arnaldo Antunes

Nenhum comentário: