segunda-feira, agosto 23

Chuva. Motoristas completamente malucos. Academia da Cachaça; caipirinha Magnífica; Sandra de Sá. Pizza. Teatro dos 4, peça mais ou menos, Como sobreviver a festas e recepções com buffet escasso. Museu de Belas Artes, domingo de chuva. Pizza. Garota de Ipanema, com direito a R$20 gastos em uma camiseta como lembrança pro meu pai; Renato Gaúcho. Sol = Cristo, de trenzinho. KFC. Shopping Rio Sul. Chuva. Museu Submarino. Chuva. Idéia de jerico = passeio de barco na Ilha Fiscal. Chuva = mar encarpelado. Ilhados. Palácio da República, ou Casa do CaTete; exposição do Getúlio fechada. Chuva. Pizza. Aniversário de 95 anos do Teatro Municipal; orquestra, coro e Silvio Barbato; grátis. Teatro do Leblon, peça bizarríssima, O Santo Parto; Sérgio Marone e Roberto Bomtempo se beijando. Chuva, neblina, chuva.

Copacabana à noite. Chuva, pizza, blá blá blá. Motoristas insanos. Colher de Pau, delícia, nada de pizza. Paella de frente pra praia. Tatuagem de Henna em Ipanema; Ziraldo, o vendedor de refrigerantes; brincos a R$5. Cristo de novo, de carro; Mirante onde o Michael Jackson fez o clipe (informação super importante!). Almoço no Círculo Militar, vista pra Praia Vermelha. Pôr do sol na praia, catando conchinha, sozinha, em paz e feliz.

Ah, e o pior sushi que já comi na vida.

Nenhum comentário: