sexta-feira, outubro 22

Essa noite eu tive um sonho tão bom, mas tão bom, que ele me rendeu um bom humor sem fim durante o dia inteiro, risos e mais risos apesar das agruras da vida, eu estava praticamente Branca de Neve cantarolando com os passarinhos e veados na floresta. Foi tudo tão perfeito, uma completude de sensações e arrepios, palavras ditas ao pé do ouvido, que eu sabia que estava bom demais pra ser verdade, mas nem a decepção de acordar e ver que era só sonho me fez cair das nuvens.

E ele nem era o Rodrigo Santoro.

Nenhum comentário: