domingo, dezembro 19

E eu oscilo entre tristeza, decepção e raiva, muita raiva, de que alguém possa deliberadamente estar me fazendo sentir assim. Sinto muito ruir seu castelo de cristal, rapazinho, mas você não é tão importante quanto pensa. E se depois de dois dias eu ainda não resolvi te perdoar por intencionalmente ter me feito chorar do alto da sua presunção, esquece, é porque isso não vai acontecer nunca. Paciência.

*E eu acho sinceramente que vc deveria buscar ajuda profissional. Logo. E é sério.

Nenhum comentário: