sábado, dezembro 11

Numa conversa de bar qualquer, eu e Pigmaleão. Ele querendo puxar assunto. Lançou:
- E aí? E o homem complicado?
Eu engasgando. Eu vermelha. Eu em pânico!! Como assim, Bial?
- Er... quem?
- O homem complicado!
Pelo amor dos meus filhinhos, que homem complicado, minha nossa senhora de Guadalupe? Será que ele leu? Será que ele viu?
- (sorrindo) Que homem?
- Menina, o livro, o senso comum!
Senso comum? Que senso comum? Aliás, que senso? Quem sou, onde estou, pra onde irei?
- Ahn?
- Stella, o livro, "O Homem Duplicado", vc não tá lendo?
Por isso dizem por aí que quem não deve não teme.

Nenhum comentário: