segunda-feira, fevereiro 27

Momento: atitutes que eu destesto: Conheci um lugar muito legalzinho em Brasília, a tal da Landscape. É um negócio que se diz pub, mas na verdade é uma boate alternativa, podemos dizer assim. Um lugar bacana, com uma área aberta pra ventilar, uma pista de dança no subsolo com zero de chance de fuga em caso de incêndio e um bar muito cheio no meio do caminho entre as duas. Toca muito roquezinho alternativo, além das coisas gays de praxe, tipo Madonna. Não, não é uma casa GLS. É alternativa. Mais simpatizante que GL, propriamente. Eu gostei mesmo do lugar. Dancei até, soltei minha franga. Mas o que estragou minha noite foi a falta de educação alheia. Gente, que ninguém merece marmanjo mal educado. Primeiro tinha um ridículo com o cabelo igual ao do He-man fumando no meio da pista de dança. Isso seria até tolerável se a pista tivesse mais de 3 metros quadrados e alguma ventilação. Isso sem contar o risco de ele queimar alguém com aquele cigarro nojento. Depois a gente sem loção, como diz a Fernanda, que DESCARADAMENTE furou fila na minha frente. Sabe aquela coisa de tem uma pessoa na fila, daí dali a pouco chega o amigo e entra junto, em seguida vem o amigo do amigo, depois um casal de amigos do amigo do amigo e assim por diante? Pois bem. Eram ao todo 7 (eu disse sete!!!) pessoas furando fila na maior cara de pau. E depois se perguntam por que esse país não vai pra frente. Te contar, viu?

Nenhum comentário: