sexta-feira, maio 12

Eu já nem me lembro mais porquê, tava lendo umas coisas no arquivo. Coisa velha mesmo, de 2002, 2001 (nossa, blog idoso!). E fiquei impressionada com a mudança. Na diferença não só do modo (e da frequência, confesso) de escrever, mas também na maneira de pensar. Acho que a verdade é que o blog perdeu um pouco da graça quando foi descoberto. Não que agora eu ache que isso faça alguma diferença, afinal já faz muito tempo, já mudei de endereço (foi uma mudança meia-boca, mas foi), e duvido que alguém mais venha por essas bandas já que fico meses sem escrever. É estranho, porque eu em geral ainda tenho aquele resquício blogueiro no sangue que pensa num post pra cada situação ou pensamento. Mas falta coragem, entendem? E daí lendo os arquivos eu percebi que eu entrava aqui pra falar as maiores abobrinhas, pra xingar os amigos, pra contar das paixões, pra comentar o Big Brother. E com o tempo eu fui querendo escrever coisas mais interessantes, os comentários abobrescos acabaram um pouco censurados, falar mal dos amigos e contar as paixões ficou fora de cogitação por causa da perda do anonimato e acabou sobrando só um muro das lamentações ambíguas. Tão desinteressante, isso!

Nenhum comentário: