quarta-feira, outubro 4

Algumas coisas merecem ficar registradas pra posteridade. Pra que um dia, quando o cataclisma nuclear e biológico chegar, e não sobrar nem poeira pra contar a história, as civilizações mais avançadas formadas por etezinhos verdes e simpáticos que vão chegar por essas bandas possam ter material pra tentar entender o homo sapiens brasiliensis. Mesmo que esse registro seja feito no disco virtual de algum blog de pouca popularidade.

repórter da globo: Sr. Clodovil, como é que o senhor pretende chegar ao Congresso Nacional?
Clodovil: Evidentemente que eu vou chegar em Brasília chiquérrimo. Porque isso eu sou mesmo.
repórter da globo: E qual o tipo de projetos que o senhor como deputado pretende levar pra Brasília?
Clodovil: ...
repórter da globo: ...
Clodovil: Não sei... Não sei nem se ainda existe política nesse país, querido!

Juro!

Nenhum comentário: