quarta-feira, maio 13

Às quatro horas da manhã. Dançando escutando uma música no rádio qualquer. No meio da sala. Sem querer largar e nunca mais ir embora. Foi quando eu tive a certeza de que eu estava perdida.


Nenhum comentário: